Posts Tagged ‘Cabofriense’

Crise somente nas páginas dos jornais!

24/01/2011

Duas vitórias, seis pontos e a liderança do Grupo B da Taça Guanabara, mas qual a razão de tantos aborrecimentos em General Severiano? Loco Abreu instaurou a crise ou ela já estava anunciada desde o fim do ano passado? Aliás, existe crise? Abreu publicou uma carta explicando o assunto em seu site oficial, nela reclamou de ter sido mal interpretado pela imprensa brasileira, ou melhor carioca, e justifica dizendo que se inclui na análise feita após o jogo contra o Duque de Caxias. E qual é a chamada da reportagem no Globoesporte.com? “Loco confirma falta de ‘conversa fluente’ com Joel, mas nega críticas ao técnico”. Na página do diário Lance! a polêmica também ganha espaço: “Através de seu site oficial, atacante uruguaio afirma que sua relação com treinador não é das melhores”.

Como assim? O Loco falou, explicou, confessou, argumentou e o recorte feito pela imprensa só faz aumentar o burburinho e a crise? Que imprensa é essa? Que jornalismo é esse? Onde está a seriedade jornalística? Existe isenção da imprensa ou vontade de vender jornal? Claro que sempre foi assim, óbvio, mas agora a imprensa esportiva carioca – normalmente formada por estagiários e jovens recém-formados – tem pela frente um atleta esclarecido e que um dia foi jornalista como eles! Quem sabe não é a hora de mudar o rumo da “imprensa-esportiva-marrom” do Rio de Janeiro?

Caio comemora o gol e agradece o ótimo passe de Loco Abreu!

Novamente o jogo e a goleada – sem nenhuma emoção – ficaram como pano de fundo! O Botafogo ganhou dois gols de presente, fruto de falhas do Cabofriense, mas não fez um bom primeiro tempo. Será que a culpa é do sol forte e do calor? Depois de 15 minutos marcando a saída de bola adversária, o time cansou e recuou, aí veio a parada técnica, a conversa, uma água gelada e a pressão resultou nos gols. Pronto! O time ficou satisfeito com o 2 a 0 e a vitória parcial. Foi preciso que a torcida pedisse a entrada de Caio para que o panorama da partida mudasse na etapa final. Isso sim é o papel da torcida! Pedir, aplaudir, ajudar, cantar, empurrar o time do coração para a vitória.

Caio entrou bem, fez um gol, mas voltou a ser fominha em alguns lances e parece que Alex, o novo Caio, sofre do mesmo pânico: perdeu gol feito tendo Loco Abreu livre na pequena área. É verdade que o garoto jogou bem outra vez e tem personalidade, mas rola a bola para o Abreu e ‘vai pro abraço’! Outra questão que já está incomodando: não entendo porque o Joel desfaz o esquema com três zagueiros sempre sacando o jovem João Filipe e deixando o terrível Márcio Rosário em campo! Ontem, mesmo diante do fraco Cabofriense foi possível sentir aquele frio na espinha com o domínio e as recuadas de bola do Márcio Theodoro, ops!, Márcio Rosário!

Espero para ver o verdadeiro Botafogo em campo na Taça Guanabara: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, João Filipe e Márcio Azevedo; Arévalo Ríos, Marcelo Mattos, Renato Cajá e Éverton; Herrera e Loco Abreu! Esse é o time para a disputa do Tricampeonato da Taça Guanabara! E com ele podemos vencer Flamengo, Vasco ou Fluminense! Mas com o time que entrou em campo ontem…

Renato sonha em continuar na equipe titular de Joel

Ficha Técnica:

2ª Rodada: Cabofriense 0 x 5 Botafogo (23/01/2011)

Cabofriense: Fábio, Schneider, Alyson, Matheus Hansen e Everton; André Oliveira, Goeber (Diego Sales), Zotti e Rafael Ueta; Grafite (Felipe) e Allan Barreto (Capixaba)

Técnico: Luís Antônio Zaluar

Botafogo: Jefferson, João Filipe (Alex), Antônio Carlos e Márcio Rosário; Lucas, Marcelo Mattos, Renato Cajá, Bruno Tiago (Fahel) e Somália; Herrera (Caio) e Loco Abreu

Técnico: Joel Santana

Gols do Botafogo: Goeber, contra, aos 24 e aos 30 minutos da etapa inicial. Renato Cajá, aos 30, Caio, aos 35, e Antônio Carlos aos 42 do segundo tempo

Local: Cláudio Moacir Azevedo, Macaé (RJ) /

Árbitro: Luís Antônio Silva Santos

Cartão Amarelo: Alan Barreto, Felipe, Alyson (Cabofriense); Somália, Márcio Rosário e Bruno Tiago (Botafogo)

Cartão Vermelho: Alyson (Cabofriense)

Carta do Loco Abreu publicada no site do jogador:

Anúncios

Novatos treinam com disposição

22/01/2011

A crise entre Joel Santana e Loco Abreu atrasou o treino por quase duas horas e a pequena e impaciente torcida que esperava por alguma movimentação preferiu comentar a vitória sobre o Duque de Caxias do que pensar num possível racha no elenco, já no inicio do trabalho. Quando os jogadores foram liberados e partiram para o gramado de General Severiano a recompensa veio com belos gols e com a oportunidade de ver os novos reforços finalmente batendo uma bolinha.

Com o campo reduzido, e elenco também, já que apenas dez jogadores participaram da atividade, o time de Colete Branco bateu o Colete Preto, mas ninguém ficou atento ao placar, e sim à movimentação de Éverton e ao domínio de bola de Arévalo. Jefferson, Rodrigo Mancha, Araruama, Alessandro e Herrera formaram o time branco e o colete preto ficou com Milton Raphael, Fahel, Arévalo, Éverton e Renan – que jogou na linha para completar a pelada.

Nada de desfile! Novos atletas treinam forte em General Severiano!

Apesar do forte calor e das dimensões reduzidas do gramado deu para notar que Cacha não gosta de perder nenhuma dividida, que Herrera enche o pé até em brincadeira de quintal e que Éverton vai dar muitas alegrias quando estiver em forma. Depois de perder duas jogadas individuais para Rodrigo Mancha, que mostrou muita disposição, Éverton se livrou da marcação e mandou uma bomba no ângulo de Jefferson, indefensável! Alessandro fez belos gols e a sombra do recém contratado Lucas parece ter feito muito bem ao ex-camisa 2 alvinegro.

Joel Santana contornou a crise após conversa com Loco Abreu e agora só pensa na segunda rodada, contra a Cabofriense, neste domingo. Para quem viu a vontade demonstrada por Arévalo Ríos, Éverton, Herrera, Alessandro e Rodrigo Mancha ficou a certeza que crise será uma palavra que não vai se abater sobre General Severiano em 2011!