Atuação de gala no Engenhão!

Feriado da Independência, Engenhão lotado, 42.000 torcedores empurrando o time, Rio 30º e uma atuação brilhante da melhor equipe de futebol do Brasil! Sim senhor, hoje é possível escrever com todas as letras: “O Botafogo é o melhor time do futebol brasileiro”. Ora, mas esse não era o Santos? Era não é mais. Caio Júnior construiu uma equipe que se impõe em campo, com toque de bola refinado, sem pressa, mas que joga sempre visando o gol adversário. A excelente fase de alguns atletas também ajuda e os astros alvinegros são muitos, tanto na defesa quanto no ataque. Hoje, o Botafogo é um time equilibrado e que domina as ações ofensivas sem sofrer contra-ataques.

A segurança começa com Jefferson, goleiro de Seleção Brasileira, passa por Antônio Carlos e Fábio Ferreira – agora temos o Gustavo na reserva – e a defesa fecha com Lucas e Cortês que finalmente aprenderam a marcar e ainda contam com a cobertura de Marcelo Mattos e Renato. Sem levar gols bobos ou por falhas clamorosas da zaga, como acontecia num passado não tão distante, o time coloca a pelota no chão e toca de um lado ao outro até achar espaço para as finalizações e nada de afobação. Foram 20 gols sofridos em 21 jogos, menos de um por partida, o que resulta na 2ª melhor defesa do BR-11.

Garra argentina! Herrera marcou dois gols e infernizou a zaga cearense!

Com a defesa sólida, Caio Júnior pode escalar a força máxima no ataque alvinegro. Muitos jornalistas duvidavam que Loco Abreu pudesse ser encaixado no time ao lado de Herrera, Maicosuel e Elkeson. Antes do uruguaio retornar da Copa América os especialistas vaticinavam que Herrera sairia do time, já que Elkeson estava em grande fase e Maicosuel era o grande nome da diretoria botafoguense. E agora, José? Onde estão os críticos e corneteiros de plantão? Caio fez uma linha de três jogadores e usou a experiência de Loco para fazer o pivô e abrir espaços para a chegada dos homens de meio-campo. E os números não mentem: foram 36 gols anotados, média de 1,71 gol/jogo.

O BR-11 é cheio de surpresas e armadilhas, mas a diferença desse Botafogo para o de 2007 está no banco de reservas. O elenco de hoje é muito superior ao comandado por Cuca em 2007 e o time principal não fica devendo nada em relação ao brilho individual de Dodô, Zé Roberto, Juninho e Lucio Flavio. Com o apoio do torcedor – e alguma pitada de sorte – temos tudo para comemorar o tão esperado Tricampeonato Brasileiro!

Vamos, FOGO!

Elenco unido e com pensamento no título do Campeonato Brasileiro!

Ficha Técnica:

22ª Rodada: Botafogo 4 x 0 Ceará (07/09/2011)

Botafogo: Jefferson; Lucas, Gustavo, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo (Everton); Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson (Alex); Herrera (Cidinho) e Loco Abreu

Técnico: Caio Júnior

Ceará: Diego; Boiadeiro, Fabrício, Elivélton, Vicente; Heleno, Eusébio, João Marcos (Cléber) e Thiago Humberto (Felipe Azevedo); Washington (Edmilson) e Osvaldo

Técnico: Vagner Mancini

Gols do Botafogo: Herrera, aos cinco iniciais e aos 12 minutos do segundo tempo, Loco Abreu, aos 27, e Cidinho, aos 37, também no segundo tempo

Local: Engenhão (RJ) / Público: 42.000 presentes / Renda: R$ 760.960,00

Árbitro: Edivaldo Elias da Silva (PR)

Cartão Amarelo: Heleno, Fabrício, Elivélton e Edmilson (Ceará); Herrera e Elkeson (Botafogo)

Cartão Vermelho: Fabrício (Ceará)

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Atuação de gala no Engenhão!”

  1. saulo Says:

    Foi sensacional e o time promete muito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: