O início da escalada!

Caio Júnior não tinha alternativa a não ser colocar o jovem Elkeson, recém contratado junto ao Vitória, para começar a partida de hoje contra o Santos. A derrota na estreia, combinada com a péssima atuação do setor ofensivo, obrigou o treinador a ousar na escalação do time. Sem poder contar com Loco Abreu e Herrera, suspensos, e com poucas opções no banco de reservas, o Botafogo foi presa fácil para o Palmeiras de Felipão e nova derrota, agora em casa, iria deixar a torcida mais irritada e impaciente ainda – se é que isso é possível! Vencer logo no início do campeonato é fundamental para tirar o peso da equipe e não criar a famosa frase que os comentaristas esportivos amam usar: “O time busca a primeira vitória na competição”.

Maicosuel, Evérton e Elkeson se movimentaram pelos lados do campo e tentaram municiar o ataque formado apenas pelo garoto Alex que, mesmo não jogando bem, conseguiu segurar mais a bola na frente do que fez Caio no jogo de estreia. A equipe formou uma espécie de losango no meio de campo e os quatro jogadores ofensivos trocaram de posição constantemente para confundir a zaga santista. Maicosuel começou centralizado e antes do intervalo trocou de lugar com Elkeson que foi mais perigoso jogando de frente para o gol de Aranha do que aberto na ponta-direita. Já Evérton fez um lado esquerdo forte com o apoio eficiente de Bruno Cortês.

Marcelo Mattos e Lucas Zen se entenderam perfeitamente na marcação, deram um toque de classe na saída de jogo e ainda conseguiram se aventurar em jogadas ofensivas. A volta dos zagueiros titulares deve ser muito comemorada pela torcida, já que Antonio Carlos e Fábio Ferreira têm um ótimo entrosamento e a prova disso foi o solitário gol alvinegro que começou com um leve desvio de Antonio Carlos e acabou no bonito arremate de Fábio Ferreira.

Alegria! Operação no joelho e oito meses sem jogar? Pode comemorar!

Esse novo Botafogo irá se encaixar perfeitamente com Herrera, e depois da Copa América com Loco Abreu, pelas jogadas trabalhadas buscando a linha de fundo e bom toque de bola perto do gol adversário. Bruno Cortês jogou tudo o que o Márcio Azevedo se recusou a jogar e, se não cair nas tentações e ilusões da fama, pode ser titular absoluto da lateral-esquerda. Alessandro fez um bom jogo, não comprometeu e deve ser um reserva competente para Lucas.

Os meninos Cidinho, Alex, Tiago Gallardo e Willian precisam de treino e um melhor preparo físico para suportar o ritmo do Campeonato Brasileiro. Os gols perdidos contra o Santos quase custaram os três pontos e Caio Júnior sabe que ainda não poderá contar com eles para mudar o andamento de uma partida.

O ataque, antes solução, agora é um problema. A volta de Herrera já na próxima rodada permitirá que Maicosuel atue como gosta, de frente para o gol e sem precisar girar o tempo todo para sair da marcação dos zagueiros adversários. Caio Júnior errou ao tirar o estreante Elkeson do jogo e deixar a equipe sem um finalizador, forçando o Mago a jogar de costas para o goleiro. O castigo quase veio no fim com uma bomba de Maikon Leite no canto direito de Jefférson – que só olhou e torceu. Herrera cabeceia bem, nunca desiste das jogadas e irá preocupar mais o técnico do Ceará do que os jovens Caio e Alex preocupariam.

A vitória sobre o Santos, além dos três pontos, vai dar a tranquilidade necessária que o elenco precisa para trabalhar firme nessa semana e depois encarar a boa equipe do Ceará fora de casa!

Vamos, FOGO!

Nota 6? Velocidade, chutes a gol, bons passes e desenvoltura na estreia!

Ficha Técnica:

2ª Rodada: Botafogo 1 x 0 Santos (28/05/2011)

Botafogo: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Lucas Zen, Marcelo Mattos, Everton (Cidinho), Maicosuel e Elkeson (Tiago Galhardo); Alex (Caio)

Técnico: Caio Júnior

Santos: Aranha, Bruno Aguiar, Vinícius e Bruno Rodrigo; Pará, Possebon, Charles (Roger Gaúcho), Alan Patrick (Rychely) e Alex Sandro; Tiago Alves (Maikon Leite) e Keirrison

Técnico: Muricy Ramalho

Gol do Botafogo: Fábio Ferreira, aos minutos da etapa inicial

Local: Engenhão (RJ) / Público: 8.662 presentes / Renda: R$ 143.110,00

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa/PR)

Cartão Amarelo: Tiago Galhardo (Botafogo); Alex Sandro, Bruno Rodrigo, Vinícius (Santos)

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “O início da escalada!”

  1. saulo Says:

    Nesse início é complicado exigir mais futebol desse time atual. O Botafogo vai melhorar quando tiver todos os jogadores a disposição. O meio vai ficar bem interessante, por exemplo. Tem que pelo menos fazer a sua parte dentro de casa até a formação ideal desse time.

  2. christianjafas Says:

    Gostei dessa formação utilizada pelo Caio Júnior e até a ideia do rodízio no meio de campo. Isso irá confundir a marcação e permitir a troca de passes que tanto está em alta nos últimos dias.

    Everton + Elkeson + Maicosuel = velocidade, tabelas e boas jogadas individuais.

    Marcelo Mattos + Lucas Zen = boa cobertura dos laterias, forte marcação no meio-campo e boa saída de bola.

    Fábio Ferreira + Antonio Carlos = zaga segura, entrosamento e confiança para o grupo

    Acredito que o Alessandro não irá comprometer na direita e que Cortês ainda tem muito o que apresentar nesse BR-11!

    Viva o retorno de Herrera!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: