Olé! E o fim da invencibilidade!

O Botafogo entrou em campo como uma equipe pequena e por isso conheceu a primeira derrota da temporada. O Botafogo jogou como um time medíocre e por isso sofreu um gol aos 41 minutos do segundo tempo. A tão propagada “ofensividade do Joel Santana” não passou de balela, já que a escalação mostrava três volantes para segurar o inexistente ataque do poderoso River Plate de Sergipe!

O desenho no decorrer da etapa inicial revelou que Rodrigo Mancha foi obrigado a recuar para compor a zaga, e o pior, era visível a amarra nos laterais Alessandro e Márcio Azevedo. Renato Cajá foi obrigado a carregar a armação de jogadas nas costas, sozinho, e outra vez não deu conta do recado. E quem daria?

É verdade que o ataque funcionou com boas tabelinhas e Loco Abreu perdeu quatro chances de gol que resolveriam a partida e deixariam essa crônica bem mais leve e feliz! Herrera ainda não se recuperou totalmente, mas fez boas jogadas que poderiam ter resultado em gol. No meio do jogo a pergunta que não quer calar: “Onde está o Everton?” É impressionante como o Joel se apega aos jogadores mais antigos e teima em não dar chance aos novos contratados. O Renato Cajá não acerta escanteio, não consegue levantar uma bola alçada na área e deixa a impressão de que o gol contra o Fluminense fora obra do acaso.

Loco Abreu, Herrera e Antonio Carlos fizeram muitos gols de cabeça no ano passado em jogadas do Lucio Flavio, mas depois da saída do questionado meia é raro ver uma bola levantada com categoria. No jogo de ontem foi uma tragédia! Alessandro, Márcio Azevedo e Renato Cajá irritaram os torcedores com batidas ridículas e inofensivas. O meio de campo alvinegro é “Terra de Ninguém”, já que Joel é incapaz de fixar dois meias ofensivos e dois volantes sem invenções ou improvisações.

Herrera correu, perdeu gols, brigou e levou um cartão amarelo!

O que mantêm o Somália titular do Botafogo? Qual o segredo para que ele nunca seja substituído? Ontem o Joel fez apenas duas trocas e deixou os jogadores mofarem no banco de reservas. O Márcio Azevedo pode não ser o melhor lateral-esquerdo do Brasil, mas sempre tenta a linha de fundo e busca cruzar as bolas para a dupla Abreu e Herrera. O que faz o Joel? Saca um lateral de ofício e improvisa o “filhinho do Papai” por ali, todo torto e desengonçado! Com a bola no pé o Somália vai para o lado do campo e o Everton cai pelo meio, já sem a bola é o contrário e o resultado é uma embolação total e ninguém sabe onde fica quem!

Os jogadores estão insatisfeitos, os torcedores estão insatisfeitos e para piorar o Joel decidiu cortar a sagrada folga de domingo! Com essa atitude ele deixa claro que a culpa é do elenco e não dele! Não vou estranhar se o Botafogo for eliminado já na Primeira Fase da Copa do Brasil. Ah, e o gol do poderoso River Plate de Sergipe? Os sergipanos tocaram a bola por um minuto e cinco segundos antes da conclusão!

Os torcedores gritaram um Olé! de um minuto e depois comemoraram o gol! Ironia? Não. Tem coisas que só acontecem com o Botafogo! Foi numa partida contra o River Plate da Argentina, no México, que surgiu o grito de Olé! para o futebol mundial! Mané Garrincha deu um baile no lateral Vairo e os mexicanos responderam com o famoso grito das touradas: Olé! Olé! Olé!

Vamos, FOGO!

Coloquei essa foto só para dar uma levantada na moral da crônica...

Copa do Brasil:

Primeira Fase – Jogo 01: River Plate-SE 1 x 0 Botafogo (23/02/2011)

River Plate-SE: Max, Glauber, Bebeto, Váldson e Pedrinho; Wallace, Fernando Pilar (Lucas), Bruno Ramos e Éder (Fábio Junior); Bibi (Claudinei) e Bebeto Oliveira

Técnico: Aílton Silva

Botafogo: Jefferson, Rodrigo Mancha, Antônio Carlos e Márcio Rosário; Alessandro, Somália, Bruno Tiago, Renato Cajá (Caio) e Márcio Azevedo (Everton); Herrera e Loco Abreu

Técnico: Joel Santana

Gol do River Plate-SE: Bebeto Oliveira, aos 41 minutos do segundo tempo

Local: Batistão (SE) / Público: 14.000 presentes

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Cartão Amarelo: Bibi, Bruno Ramos, Váldson e Bebeto Oliveira (River Plate), Somália, Herrera, Márcio Rosário e Antônio Carlos (Botafogo)

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: