Intolerância religiosa ou cartão merecido?

Cartão amarelo: Itay Shechter se ajoelha e reza no gramado

O RB Salzburg, da Áustria, perdeu em casa para o Hapoel Tel-Aviv, de Israel, por 3 a 2, e vai precisar vencer na próxima semana por dois gols de diferença para garantir uma vaga na fase de grupos da Liga dos Campeões 2010/2011, mas o jogo foi marcado pelo cartão amarelo recebido pelo atacante Itay Shechter. Após anotar o terceiro gol da equipe israelense, Itay colocou um quipá na cabeça e rezou ajoelhado em campo. O juiz português Pedro Proença aplicou a punição estabelecida pela Fifa que proíbe manifestações religiosas durante os jogos.

– Um torcedor me deu o quipá com o escudo do Hapoel no aeroporto e eu o coloquei dentro da minha meia. Deus me permitiu marcar, e eu o tirei e disse Shema Yisrael (Nota: “Escuta ó Israel”, trecho de uma oração judaica). Eu não quis provocar ninguém, só estava pensando na felicidade de todos os judeus que estavam assistindo à partida pela TV – disse o atacante, de 23 anos.

O cartão amarelo foi um exagero por parte do árbitro português? O treinador da equipe, Eli Guttman, se disse surpreso com a punição e defendeu o jogador:

– Eu não tenho nenhum problema com atletas cristãos que fazem o sinal da cruz depois de marcarem. Então porque Shechter não pode orar como quiser? – argumentou Guttman.

Resultado do Playoff: Caminho das Ligas

17 de agosto de 2010

Zenit (Rússia) 1 x 0 Auxerre (França)
Dínamo de Kiev (Ucrânia) 1 x 1 Ajax (Holanda)
Young Boys (Suíça) 3 x 2 Tottenhan (Inglaterra)

18 de agosto de 2010

Sporting Braga (Portugal) 1 x 0 Sevilla (Espanha)
Werder Bremen (Alemanha) 3 x 1 Sampdoria (Itália)

Resultado do Playoff: Caminho dos Campeões

17 de agosto de 2010

Rosenborg (Noruega) 2 x 1 FC Copenhagen (Dinamarca)
Sparta Praga (Rep. Tcheca) 0 x 2 Zilina (Eslováquia)

18 de agosto de 2010

RB Salzburg (Áustria) 2 x 3 Hapoel Tel-Aviv (Israel)
FC Basel (Suíça) 1 x 0 Sheriff (Moldávia)
Partizan Belgrado (Sérvia) 2 x 2 Anderlecht (Bélgica)

As partidas de volta acontecem na próxima semana, nos dias 24 e 25 de agosto.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

4 Respostas to “Intolerância religiosa ou cartão merecido?”

  1. Musas e Gatas do Futebol Says:

    Especial Musas do Inter – Campeão da Libertadores 2010

    http://musasfutebol.blogspot.com/search/label/Internacional

    • christianjafas Says:

      Parabéns ao Internacional pela bela conquista da Libertadores 2010!

      E claro, por todos esses monumentos!

  2. Marcos Vinicius Says:

    Bom, se a Fifa proíbe manifestações religiosas durante os jogos. O arbitro agiu correto.

    Mas, esse critério não é seguido à risca. Vide as trocentas comemorações e manifestações religiosas de nossos jogadores durante a copa e principalmente após a final da copa das confederações em 2009.

    Como eu queria ver um árbitro dando um cartão para Kaká ou qualquer outro desses tipos por uma comemoração dessas.

    Vai louvar G-zuiz na igreja!!!

    • christianjafas Says:

      Pois é, foi nesse ponto que eu fui obrigado a concordar com o técnico do rapaz!

      Dois pesos e duas medidas? Não pode, não pode. Ou comemora todo mundo ou não comemora ninguém!

      Deus é o mesmo para todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: