Botafogo volta ao G4!

O Botafogo conseguiu a terceira vitória consecutiva e assumiu a quarta posição da tabela de classificação do BR-10. Mesmo atuando no Serra Dourada parecia que o time carioca jogava em casa, a grande maioria dos 9.433 pagantes – não foi divulgado o público presente, algo em torno de 12 mil torcedores – vestia a gloriosa camisa alvinegra, a proporção era de três botafoguenses para cada atleticano. Ao fim do jogo, Joel Santana agradeceu o carinho da torcida:

– Temos um grupo de jogadores que trabalha para o nosso maior patrimônio, que é o torcedor. O torcedor veio aqui nos prestigiar e é isso que faz o futebol ficar bonito. Eles foram ao aeroporto, ao hotel, nos incentivaram o tempo todo – elogiou o treinador.

A empolgação dos torcedores deixou a equipe visivelmente contagiada e o trio ofensivo formado por Jóbson, Maicosuel e Herrera não permitia que a defesa goiana tocasse a bola sem ser incomodada. Foram quinze minutos de pressão que não resultaram em gol, após isso o Atlético-GO igualou as ações e chegou a levar certo perigo à meta defendida por Jefferson em conclusão do experiente Carlinhos Bala.

Herrera jogou com raça, mas perdeu duas boas chances de gol!

O jogo seguiu com muita marcação no meio de campo e até Somália tinha dificuldades para avançar com a pelota dominada. Méritos para o esquema montado por Renê Simões que soube anular as principais jogadas alvinegras que sempre passam por Maicosuel e Somália.

A solução encontrada pelo ataque alvinegro foi usar os lados de campo. Apostando no drible e na velocidade, Jóbson deitou e rolou nas costas dos laterais goianos. Na melhor jogada da etapa inicial, aos 26 minutos, o camisa 9 fez um carnaval pela direita, passou como quis por Thiago Feltri e cruzou na medida para Herrera que cabeceou muito mal e perdeu grande chance de abrir o placar.

Somália é 10!

Na volta do intervalo, após bronca de Joel, o Botafogo parecia saber o que fazer para fugir da marcação imposta pelo Dragão. Com um minuto de jogo, Somália avançou pela direita, tocou na medida para Herrera, mas pressionado pelo zagueiro, o argentino bateu para fora. Huuuuu! O lance despertou a torcida alvinegra que passou a cantar o hino do clube. Aos seis minutos o cântico deu resultado: Herrera ajeitou de peito e Somália tocou no cantinho de Márcio: 1 a 0 Fogão!

Maicosuel, Jóbson e Somália: velocidade e técnica em campo!

O gol de Somália logo aos seis minutos obrigou o técnico Renê Simões a desfazer a marcação no meio de campo e abrir o jogo, para a alegria de Maicosuel, Jóbson e Caio – que entrou mais uma vez no lugar de Marcelo Mattos. Joel armou o time para jogar nos contra-ataques e seria recompensado aos 26 minutos, não fosse a afobação de Edno que perdeu um gol sozinho na frente do goleiro. O Atlético-GO tinha a bola, mas não ameaçava Jefferson e o Botafogo tentava encaixar um ataque para definir a partida.

Jóbson colocou uma bola perfeita na cabeça de Herrera no primeiro tempo e deixou Edno na boa, sem marcação, para ampliar, mas o camisa 11 desperdiçou. Aos 37, após belo passe de Maicosuel, o habilidoso atacante invadiu a área, driblou Márcio, pensou duas vezes e decidiu ele mesmo empurrar para dentro do gol vazio. Na pequena área, sozinho, Edno só podia aplaudir o companheiro: não tinha cara para pedir a bola outra vez!

Jóbson toca a bola mansamente para fazer Botafogo 2 x 0 Atlético-GO!

Dancinha coreografada com Caio, beijos para a torcida e elogios ao técnico Joel Santana, Jóbson anotou o quarto gol na volta ao time e está em estado de graça no Botafogo:

– Do início do Campeonato Brasileiro para cá, a equipe passou a atuar em velocidade. Mas isso não é culpa minha, é do treinador, que é muito bom – afirmou Jóbson.

O próxima desafio do Botafogo será no sábado, dia 21/08, às 18:30h, no Engenhão, diante do Avái, pela 15ª rodada do BR-10. Antes do jogo os torcedores ainda poderão acompanhar a inauguração da estátua do ídolo Jairzinho que ficará no Setor Oeste, ao lado de Mané Garrincha e Nilton Santos. Motivos de sobra para lotar o Engenhão e empurrar o time para a quarta vitória seguida no campeonato nacional.

Caio e Jóbson convocam a torcida alvinegra para lotar o Engenhão no sábado!

Ficha Técnica:

14ª Rodada: Atlético-GO 0 x 2 Botafogo (14/08/2010)

Atlético-GO: Márcio; Victor Ferraz, Daniel Marques, Welton Felipe e Thiago Feltri (Chiquinho); Pituca, Ramalho, William (Marcão), Anailson (Pedro Paulo) e Carlinhos Bala; Rodrigo Tiuí

Técnico: Renê Simões

Botafogo: Jefferson; Antônio Carlos, Leandro Guerreiro e Fábio Ferreira; Alessandro, Somália (Fahel), Marcelo Mattos (Caio), Maicosuel e Marcelo Cordeiro; Herrera (Edno) e Jobson

Técnico: Joel Santana

Gols do Botafogo: Somália, aos seis, e Jóbson, aos 37 minutos finais

Local: Serra Dourada (GO) / Público: 9.433 / Renda: R$ 236.805,00

Árbitro: Carlos Eugênio Simon (RS)

Cartão Amarelo: Daniel Marques (Atlético-GO); Alessandro e Marcelo Mattos (Botafogo)

Crédito das fotos: Carlos Costa do Lancenet!

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Botafogo volta ao G4!”

  1. Francisco Alexandre Says:

    Bom muito bom.
    Um parabéns triplo.

    • christianjafas Says:

      Hehehehehehe,

      E quando os novos ‘reforços’ alvinegros entrarão no gramado?

      Um abraço,

      Christian

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: