Archive for julho \30\UTC 2010

Terceira fase da Liga dos Campeões!

30/07/2010

Dínamo de Kiev e Sporting Braga fizeram valer o mando de campo e conseguiram vitórias expressivas na Terceira Fase Eliminatória da Liga dos Campeões 2010/2011. A equipe ucraniana contou com quatro brasileiros em campo: Leandro Almeida (ex-Atlético-MG), Betão (ex-Corinthians), Gerson Magrão (ex-Cruzeiro) e Danilo Silva (ex-Inter-RS). A vitória teve direito a gol do ídolo Shevchenko que retornou ao clube de coração para encerrar a carreira.

O Sporting Braga, vice-campeão português, dominou o Celtic e abriu boa vantagem para o jogo de volta, já o holandês Ajax não passou de um empate, em casa, com o PAOK da Grécia e pode ter a classificação ameaçada, um empate sem gols garante a vaga aos gregos. No caminho inverso, o Fernerbahçe de André Santos, convocado para a seleção brasileira pelo técnico Mano Menezes, empatou em 2 a 2 com o Young Boys da Suíça e decide a vaga diante de sua torcida no dia 4 de agosto.

Andriy Shevchenko trocou o Milan pelo Dínamo

Jogos de ida da Terceira Fase Eliminatória: Caminho das Ligas

27 de julho de 2010

Unirea Urziceni (Romênia) 0 x 0 Zenit (Rússia)
Dínamo de Kiev (Ucrânia) 3 x 0 Gent (Bélgica)

28 de julho de 2010

Ajax (Holanda) 1 x 1 PAOK (Grécia)
Young Boys (Suíça) 2 x 2 Fenerbahçe (Turquia)
Sporting Braga (Portugal) 3 x 0 Celtic (Escócia)

Jogos de ida da Terceira Fase Eliminatória: Caminho dos Campeões

27 de julho de 2010

Sparta Praga (Rep. Tcheca) 1 x 0 Lech (Polônia)
TNS (País de Gales) 1 x 3 Anderlecht (Bélgica)
Litex Lovech (Bulgária) 1 x 1 Zilina (Eslováquia)
Omonia (Chipre) 1 x 1 Salzburg (Áustria)

28 de julho de 2010

Aktobe (Cazaquistão) 1 x 0 Hapoel Tel-Aviv (Israel)
Sheriff (Moldávia) 1 x 1 Dínamo Zagreb (Croácia)
Debreceni (Hungria) 0 x 2 Basel (Suíça)
AIK Solna (Suécia) 0 x 1 Rosenborg (Noruega)
Partizan Belgrado (Sérvia) 3 x 0 HJK Helsinki (Finlândia)
BATE Borisov (Bulgária) 0 x 0 FC Copenhagen (Dinamarca)

Jogos de volta nos dias 4 e 5 de agosto

Quanto vale o Engenhão?

28/07/2010

Torcida e diretoria sempre sonharam com um estádio próprio para o Botafogo. Esse sonho vem desde a lamentável perda da gloriosa sede de General Severiano na década de 70 e que culminou na demolição do estádio pela Companhia Vale do Rio Doce. O presidente Charles Macedo Borer decidiu entregar a sede como forma de amortização de uma dívida.

Todos os grandes clubes do Rio de Janeiro devem fortunas, mas nenhum deles teve a brilhante ideia de lapidar o patrimônio para sanear as finanças. As dividas continuam monstruosas e o belíssimo Estádio de General Severiano se perdeu para sempre.

O mais bonito do Brasil! Estádio de General Severiano, o berço alvinegro!

A identidade do Botafogo sempre esteve no coração da Zona Sul carioca. Marechal Hermes e Caio Martins nunca deram certo e agora o Estádio Olímpico João Havelange caminha para o mesmo destino. A atual diretoria do clube diz ter planos incríveis para o local, mas essas não eram as palavras de ordem da gestão Bebeto de Freitas? A única mudança perceptível foi no ridículo nome de Rio Stadium ou Stadium Rio. Por acaso somos romanos?

Pelo estatuto do torcedor, o Botafogo é obrigado a divulgar público e renda após as partidas. O clube publica em seu site oficial os borderôs dos jogos e uma análise desses documentos mostra que o Engenhão está longe de ser a galinha dos ovos de ouro. Aliás, bota longe nisso! O acesso ao estádio é terrível, não existe estrutura de apoio para o torcedor que parte da Zona Sul e o policiamento simplesmente desaparece quando o jogo acaba.

Na estreia da equipe pelo Campeonato Brasileiro, após a conquista da Tríplice Coroa: Taça Guanabara, Taça Rio e Campeonato Estadual 2010, a torcida alvinegra que compareceu ao Engenhão enfrentou filas para entrar no estádio e encontrou diversas catracas fechadas – algo que não acontece no desorganizado Maracanã, por exemplo.

Bonito, moderno, mas longe pra c***lho!

Os números da partida ficaram abaixo da expectativa tanto em campo quanto nas arquibancadas. No gramado: Botafogo 3 x 3 Santos. No borderô (disponível para consulta no site do clube): 25.634 ingressos vendidos e uma renda bruta de R$ 475.095,00. Calculadora ligada para os descontos: R$ 156.448,90 de despesas gerais, R$ 1.319,98 de retenções e R$ 63.729,22 de uma penhora. Receita líquida para o alvinegro: R$ 254.918,88.

Na terceira rodada, o time de Joel Santana, após boa vitória diante do São Paulo, no Morumbi, estava em terceiro lugar na tabela e encarava o lanterna Goiás com chances de assumir a liderança do campeonato. Casa cheia, certo? Errado. Apenas 17.135 ingressos vendidos e uma receita de R$ 278.275,00 que com os descontos caiu para R$ 112.460,18. Então o que esperar após a irritante derrota para o Cruzeiro por 1 a 0?

Botafogo 1 x 1 Vasco, pela quinta rodada, foi uma decepção para os dois clubes também nas bilheterias: 20.373 torcedores pagaram para ver o jogo, o que resultou numa arrecadação de R$ 361.590,00, noves fora, sobraram R$ 75.501,24 para cada agremiação. Nesse momento a crise ainda não estava instaurada e o alvinegro figurava na quinta colocação na tabela.

Loco Abreu voltou animado do Mundial e isso pode contagiar o torcedor!

A equipe de Joel Santana sofreu uma ridícula virada do Atlético-PR, estava vencendo por 2 a 0, e iria enfrentar o líder Corinthians, no Engenhão, na última rodada antes da paralisação para a Copa do Mundo. O técnico pediu o apoio da torcida nesse momento difícil e garantiu todo o esforço para buscar os três pontos. Atendendo a convocação, 14.267 torcedores empurraram o Botafogo para a vitória que estava praticamente certa até os 47 minutos do segundo tempo.

Renda? Calculadora na mão: R$ 222.170,00 brutos, menos despesas de R$ 153.100,00, menos R$ 1.303,76 de retenções e sobraria R$ 69.069,57 aos cofres alvinegros. Eu disse sobraria, já que duas penhoras levaram tudo e deixaram o caixa zerado. Pode ser pior? Pode.

Na volta da Copa do Mundo, após um mês de treinos, o Botafogo conseguiu a façanha de perder de forma patética para o Flamengo, no Maracanã, pelo placar mínimo. O próximo jogo, no Engenhão, foi contra o Guarani. A torcida estava preocupada com o péssimo rendimento da equipe e apenas 7.250 ingressos foram vendidos. A receita de R$ 81.090,00 não cobriu as despesas e o resultado foi um débito de R$ 33.953,08, ou seja, mesmo jogando em casa o Botafogo teve prejuízo com o estádio.

Clássico Vovô: O Botafogo jogou muito bem e foi castigado pelo empate!

Na 11ª rodada, com o time já na zona de rebaixamento, 23.218 ingressos foram vendidos para o clássico contra o Fluminense, então líder do brasileirão. A arrecadação foi de R$ 518.820,00 e com os descontos cada clube receberia R$ 116.136,65, mas as penhoras limparam o cofre e nenhum dos dois viu a cor do dinheiro.

O Botafogo está na 17ª posição, na zona de rebaixamento e não conseguiu arrecadar nenhum centavo em seu estádio por três jogos seguidos. O caixa alvinegro faturou R$ 442.880,30, mas temos que descontar o débito da nona rodada, R$ 33.953,08, o que dá R$ 408.927,22 em seis jogos, média de R$ 68.154,54 por partida.

A diretoria pode argumentar que se esses confrontos fossem no Maracanã o prejuízo será muito maior. Será? Flamengo x Botafogo, pela 8º rodada, com mando de campo rubro-negro, levou 20.076 torcedores ao Maraca e arrecadou R$ 416.885,00. No site do time da Gávea, não encontrei o borderô disponível para consulta. Infelizmente transparência não está nos planos de alguns dirigentes do futebol brasileiro.

E o Engenhão? Vamos esperar que Maicosuel, Loco Abreu, Jefferson e Jóbson consigam trazer o torcedor de volta ao estádio. E por favor, esqueçam essa história de Stadium Rio ou Rio Stadium, isso é ridículo. A nossa casa deveria ter o nome de um grande ídolo alvinegro e craque é o que não falta no nosso panteão de estrelas. Estádio Olímpico Mané Garrincha, que beleza? Ou simplesmente Níltão. Olha aí, a sorte do local até mudaria se estivesse acompanhado do mestre Nilton Santos. Na verdade, o Botafogo seria imbatível com o Estádio de General Severiano funcionando!

O charmoso palacete com o Estádio ao fundo. Celeiro dos craques alvinegros.

Boa noite, Zona de Rebaixamento

25/07/2010

Edno comemora o gol que evitou um vexame maior no Engenhão!

Dois empates e um bilhete só de ida para a zona do rebaixamento! O Botafogo treinou, treinou, treinou e após um mês treinando continua cometendo os mesmos erros de sempre. O esquema tático do Joel Santana não funciona, a equipe não consegue render no 3-5-2 e o técnico espera pela derrota para sacar um zagueiro e mudar o jeito de jogar.

Na 10ª rodada, o Palmeiras fez 2 a 0, dominava o jogo e parecia que a derrota seria eminente. Então, o Joel, num momento de lucidez, sacou o Fahel, colocou mais um atacante, Edno, abriu o time e conseguiu o empate. Quando o Botafogo ficou no 4-4-2, o Palmeiras teve dificuldade para tocar a bola, foi pressionado no campo de ataque e não fosse uma defesa milagrosa do Marcos, no fim da partida, teria perdido o jogo.

Gol de empate: Antônio Carlos cabeceia e vence o goleiro Marcos!

Pensei que após essa demonstração de força do time, o Joel iria abolir de vez o 3-5-2 e escalar dois meias de ligação para o clássico contra o Fluminense. Nada feito e a mesma situação se repetiu: levamos um gol, ficamos em desvantagem e aí, somente nesse panorama, é que o técnico campeão carioca resolveu sacar um zagueiro, novamente o Fahel, e levar o time ao ataque.

Reclamar da arbitragem? Praguejar contra a sorte? É melhor pensar em arrumar a equipe primeiro! O Somália era volante, virou lateral-esquerdo e agora se transformou em meia armador! Não é possível! Alguns torcedores reclamam do Lucio Flavio… mas o cara não tem com quem jogar no meio de campo! Ainda veremos o Somália com a camisa 10 do Botafogo!

Fahel contra Kleber... Goooooooool do Palmeeeeeeeeiras!

A torcida não suporta o 3-5-2, os jogadores não rendem nada com esse esquema tático, a defesa parece um queijo suíço e agora até a úlcera do Jefferson piorou! Que falha goleirão! Tá com crédito, mas que falha!

O que falta para o Joel se convencer de que esse Botafogo não sabe jogar no 3-5-2? O Loco Abreu volta hoje das merecidas férias, o Jóbson volta de suspensão e o Maicosuel volta da Alemanha! São dois atacantes de qualidade e um meia armador que foi considerado o Craque do Campeonato Carioca 2009. Vamos pensar grande Joel!

Jóbson jogou bem contra o Palmeiras e fez falta contra o Fluminense!

Ficha Técnica:

11ª Rodada: Botafogo 1 x 1 Fluminense (25/07/2010)

Botafogo: Jefferson; Antônio Carlos, Fahel (Caio) e Danny Morais; Alessandro, Leandro Guerreiro, Somália, Lucio Flavio (Renato Cajá) e Marcelo Cordeiro; Herrera e Edno (Edson)

Técnico: Joel Santana

Fluminense: Fernando Henrique; Gum, Leandro Euzébio e André Luis; Mariano, Diogo, Belletti (Thiaguinho), Conca (Marquinho) e Carlinhos; Emerson e Fred (Alan)

Técnico: Muricy Ramalho

Gol do Botafogo: Edno aos 30 minutos da etapa final

Gol do Fluminense: Emerson aos 15 minutos do segundo tempo

Local: Engenhão (RJ) / Renda: R$ 518.820,00 / Público: 19.470 pagantes

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartão Amarelo: Somália, Antônio Carlos, Danny Morais (BOT), Gum, Mariano, Diogo, Belletti, Emerson, Carlinhos (FLU)

Cartão Vermelho: Somália e Danny Morais (BOT) e Thiaguinho (FLU)

Crédito da foto: Cleber Mendes do Lancenet

Ah, três zagueiros? Eu gosto. Fui campeão do mundo no 3-5-2!

Ficha Técnica:

10ª Rodada: Palmeiras 2 x 2 Botafogo (22/07/2010)

Palmeiras: Marcos; Vitor, Maurício Ramos, Edinho e Armero; Pierre, Márcio Araújo, Marcos Assunção e Lincoln (Tadeu); Ewerthon (Patrik) e Kleber

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Botafogo: Jefferson; Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Fahel (Edno); Alessandro, Leandro Guerreiro, Somália, Lucio Flavio (Renato Cajá) e Marcelo Cordeiro; Caio (Túlio Souza) e Jóbson

Técnico: Joel Santana

Gols do Palmeiras: Marcos Assunção com 1 minuto do segundo tempo e Kleber, aos 11.

Gols do Botafogo: Jóbson, aos 24, e Antônio Carlos, aos 34 minutos da etapa final

Local: Estádio do Pacaembu (SP) / Renda: R$ 431.991,00 / Público: 12.107 pagantes

Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)

Cartão Amarelo: Linconl e Edinho (PAL); Fábio Ferreira e Caio (BOT)

Cartão Vermelho: Marcos Assunção (PAL) e Jóbson (BOT)

Crédito da foto: Tom Dib do Lancenet

O Mago voltou!

22/07/2010

O Botafogo de Futebol e Regatas anuncia que concretizou nesta quinta-feira, dia 22 de julho, a transação envolvendo a contratação do jogador Maicosuel.  O pagamento ao Hoffenheim foi efetivado hoje de manhã e o Glorioso agora aguarda apenas a tramitação de todos os documentos necessários para sua liberação junto à Confederação Brasileira de Futebol e consequente escalação o mais breve possível.

É com grande satisfação que comunicamos à nossa enorme torcida o desfecho de uma mobilização sem precedentes em nosso clube. Depois de meses de uma sofisticada negociação, o atleta Maicosuel é de novo oficialmente jogador do Alvinegro.

Em uma das maiores transações da temporada brasileira, o Mago finalmente voltará a jogar por nosso clube, dando continuidade à incomparável história de uma das mais tradicionais camisas do futebol mundial: a mística 7 alvinegra.

Não foram medidos esforços para atender a esse grande desejo de toda nossa torcida. Eleito o melhor jogador do Campeonato Carioca de 2009, sua saída marcou profundamente todos os botafoguenses. Quem não se lembra de sua despedida, marcada por muita emoção e promessas de retorno? Pois ele voltou!

Ao mesmo tempo, a elaborada dinâmica do seu retorno prevê um grande mutirão em torno do craque e, claro, a nossa apaixonada torcida é a protagonista maior desse novo momento.

Uma extensa linha de produtos do MAGO dará suporte ao seu retorno e o programa de sócio torcedor SOU BOTAFOGO será garantia essencial da operação. Comprando os produtos oficiais do MAGO e sendo sócio torcedor do nosso clube, você estará ajudando o Glorioso.

Contamos, ainda, que seu futebol mágico mobilize nossa torcida de modo muito especial e o primeiro compromisso está firmado. Estão todos convidados para a apresentação oficial do MAGO nesse domingo no jogo contra o Fluminense.

O Mago voltou!

Mauricio Assumpção e André Silva

Texto publicado no site oficial do clube em 22 de julho de 2010

Começa a Liga dos Campeões 2010/2011!

22/07/2010

A maior competição de clubes da Europa mal esperou a Copa do Mundo acabar para dar a partida para a temporada 2010/2011. Claro que apenas os times de menor expressão estão correndo atrás da pelota, que não é a Jabulani, nessas fases iniciais, mas é interessante acompanhar desde as fases iniciais a campanha de um possível azarão na fase de grupos.

Resultados dos jogos de ida da Segunda Fase Eliminatória

13 de julho de 2010

Inter Baki (Azerbaijão) 0 x 1 Lech (Polônia)
Liepajas Metalurgs (Letônia) 0 x 3 Sparta Praga (Rep. Tcheca)
Levadia (Estônia) 1 x 1 Debrecen (Hungria)
Birkirkara (Malta) 1 x 0 Zilina (Eslováquia)
Salzburg (Áustria) 5 x 0 HB Torshavn (Ilhas Faroe)
Litex Lovech (Bulgária) 1 x 0 Rudar (Montenegro)
Omonia (Chipre) 3 x 0 Renova (Macedônia)
AIK (Suécia) 1 x 0 Jeunesse Esch (Luxemburgo)
Hapoel Tel Aviv (Israel) 5 x 0 Zeljeznicar (Bósnia-Herzegovina)
Dínamo Zagreb (Croácia) 5 x 1 Koper (Eslovênia)
Bohemians (Irlanda) 1 x 0 TNS (País de Gales)

14 de julho de 2010

Aktobe (Cazaquistão) 2 x 0 Olimpi Rustavi (Geórgia)
BATE (Bielorrússia) 5 x 1 FH (Islândia)
Ekranas (Lituânia) 1 x 0 HJK (Finlândia)
Sheriff (Moldávia) 3 x 1 Dínamo Tirana (Albânia)
Partizan Belgrado (Sérvia) 3 x 1 Pyunik (Armênia)
Linfield (Irlanda do Norte) 0 x 0 Rosenborg (Noruega)

Resultados dos jogos de volta da Segunda Fase Eliminatória

20 de julho de 2010

Renova (Macedônia) 0 x 2 Omonia (Chipre)
HB Torshavn (Ilhas Faroe) 1 x 0 Salzburg (Austria)
Dínamo Tirana (Albânia) 1 x 0 Sheriff (Moldávia)
TNS (País de Gales) 4 x 0 Bohemians (Irlanda)
Koper (Eslovênia) 3 x 0 Dínamo Zagreb (Croácia)
Rudar (Montenegro) 0 x 4 Litex Lovech (Bulgária)

20 de julho de 2010

Olimpi Rustavi (Geórgia) 1 x 1 Aktobe (Cazaquistão)
Pyunik (Armêmia) 0 x 1 Partizan Belgrado (Sérvia)
Jeunessse Esch (Luxemburgo) 0 x 0 AIK (Suécia)
HJK (Finlândia) 2 x 0 Ekranas (Lituânia)
Zilina (Eslováquia) 3 x 0 Birkirkara (Malta)
Sparta Praga (Rep. Tcheca) 2 x 0 Liepajas (Letônia)
Debrecen (Hungria) 3 x 2 Levadia (Estônia)
Zeljeznicar (Bósnia-Herzegovina) 0 x 1 Hapoel Tel Aviv (Israel)
Rosenborg (Noruega) 2 x 0 Linfield (Irlanda do Norte)
Hafnarfjordur (Islândia) 0 x 1 BATE (Bielorrússia)
Lech (Polônia) 0 x 1 Inter Baki (Azerbaijão) – (9 a 8 nos pênalties)

Obs.: Classificados em azul.

Confrontos da Terceira Fase Eliminatória: Caminho das Ligas

Ajax (Holanda) x PAOK (Grécia)
Dínamo de Kiev (Ucrânia) x Gent (Bélgica)
Young Boys (Suíça) x Fenerbahçe (Turquia)
Braga (Portugal) x Celtic (Escócia)
Unirea Urziceni (Romênia) x Zenit (Rússia)

Confrontos da Terceira Fase Eliminatória: Caminho dos Campeões

Sparta Praga (Rep. Tcheca) x Lech (Polônia)
Aktobe (Cazaquistão) x Hapoel Tel-Aviv (Israel)
Sheriff (Moldávia) x Dínamo Zagreb (Croácia)
Litex Lovech (Bulgária) x Zilina (Eslováquia)
Debreceni (Hungria) x Basel (Suíça)
AIK Solna (Suécia) x Rosenborg (Noruega)
Partizan Belgrado (Sérvia) x HJK Helsinki (Finlândia)
BATE Borisov (Bulgária) x FC Copenhagen (Dinamarca)
TNS (País de Gales) x Anderlecht (Bélgica)
Omonia (Chipre) x Salzburg (Áustria)

Jogos de ida nos dias 27 e 28 de julho

Maicosuel é do Botafogo!

21/07/2010

Site do clube alemão confirmou, hoje de manhã, o fim da negociação!

3-5-2 e uma chuva de gols!

20/07/2010

O Botafogo só faz cair na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro e o sistema defensivo é um dos principais problemas do técnico Joel Santana. No Campeonato Estadual, a defesa com três zagueiros até funcionou e o título parecia confirmar que esse era o melhor jeito de jogar o nacional, mas os números provam que o esquema 3-5-2 está deixando o Jefferson com úlcera. Só o Jefferson?

A equipe sofreu 13 gols em nove jogos e anotou 14, ou seja, um saldo ridículo e a 15ª posição na tábua de classificação. Levamos logo três gols na estreia, contra o Santos, e todos foram feitos de dentro da área, diante do São Paulo, Leo Lima fez de cabeça, livre dentro da pequena área, de novo. Jefferson não foi vazado diante do Goiás, pela terceira rodada e comemorou muito o feito. Vendo em retrospecto foi um feito e tanto.

Wellington foi esperto, pediu para sair, fez as malas e voltou para Minas

A derrota de 1 a 0 para o Cruzeiro, na quarta rodada, é a síntese desse time. Desperdiçamos inúmeras chances de gol, incluindo um pênalti perdido por Renato Cajá, e deixamos o Thiago Ribeiro livre, na pequena área. No empate contra o Vasco, mais um gol anotado dentro da área. A patética virada sofrida diante do Atlético-PR começou com um gol de Paulo Baier dentro da área. Normal, certo?

A defesa levou mais dois gols do Corinthians antes da pausa para a Copa do Mundo e adivinhem? Um foi anotado dentro da área e o outro dentro da pequena área. Treino, Granja Comary, jogos amistosos, mais treino e os mesmos erros. O gol da derrota para o time da Gávea? Dentro da pequena área. O gol do empate com o Guarani? Dentro da pequena área. Não é possível que ninguém da comissão técnica consiga fazer essa análise?

Joel: pode usar a minha prancheta virtual para ver as falhas da defesa!

Os números não mentem e podemos avaliar friamente o desempenho do sistema defensivo do Botafogo. Dos 13 gols sofridos no BR-10, 7 foram anotados de dentro da pequena área, 5 de dentro da área e apenas 2 foram feitos com chutes de fora da área.

Se a defesa estivesse fechada e treinada essas falhas não aconteceriam com tanta frequência. Gol feito de dentro da pequena área é falha de marcação! Isso é inegável. Sofremos apenas 1 gol de falta, o segundo do Atlético-PR, em cobrança de Paulo Baier e isso mostra que o Jefferson está salvando as bolas de longa distância.

Joel, valeu pela Taça Guanabara, Taça Rio e o Carioca, mas faz alguma coisa!

O técnico Joel Santana precisa abolir o esquema com três zagueiros agora! Não é possível esperar mais tempo. A solução é voltar para o velho 4-4-2, sem invenções, e deixar as posições bem definidas em campo. No esquema atual ninguém sabe quem marca quem, todos correm atrás do adversário no desespero e parece que um zagueiro não tem confiança no outro.

Ainda é possível reverter essa situação, mas se o Joel insistir em manter a mesma equipe que conquistou o estadual, o Botafogo novamente irá lutar contra o rebaixamento e infelizmente dessa vez com uma matéria-prima melhor do que no ano passado.

Só rezando mesmo! Nilton Santos ilumina essa defesa!

Notícia de última hora! Botafogo acerta com dois reforços:

Marcelo Mattos

Clubes: São Caetano, Corinthians e Panathinaikos-GRE

Nome: Marcelo de Mattos Terra

Nascimento: 10/02/1984

Altura: 1,79m / Peso: 71kg

Elizeu

Clubes: Sport e Internacional

Nome: Elizeu Araújo de Melo Batista

Nascimento: 28/05/1989

Altura: 1,83m / Peso: 78kg

Marcelo Mattos deve fazer a dupla de volantes com Leandro Guerreiro.

Um mês depois… a novela continua!

18/07/2010

Durante a paralisação para a Copa do Mundo, o Botafogo treinou em Teresópolis, disputou um amistoso contra o Corumbaense, em Mato Grosso do Sul, contratou o Jóbson, mas parece que nada aconteceu nesse período. A equipe retornou com a mesma regularidade demonstrada antes da pausa no Campeonato Brasileiro, ou seja, a rotina de perder fora e empatar em casa foi mantida.

O alvinegro carioca somou apenas 10 pontos em nove jogos, despencou para a 15ª posição na tabela e pode entrar na zona de rebaixamento já na próxima rodada, quando enfrenta o Palmeiras, de Luiz Felipe Scolari, em São Paulo. Não adianta reclamar da arbitragem, reclamar da sorte e inventar desculpas. Não dá para perder do Flamengo e empatar em casa com o Guarani. É inaceitável!

Isolado: Lucio Flavio jogou como único meia ofensivo do time!

Os erros de marcação se acumulam e o esquema de três zagueiros implantado pelo técnico Joel Santana no estadual não está surtindo efeito no brasileirão. Maicosuel não pode ser a única esperança de vitórias e o time não pode esperar até setembro para se recuperar.

A edição deste ano do Brasileirão começou muito equilibrada e talvez esse seja o campeonato mais emocionante dos últimos anos. Tudo indica que o título será decidido apenas nas últimas rodadas, assim como o rebaixamento. É preciso reagir já!

Herrera tenta driblar Douglas e perde grande chance contra o Guarani

Ficha Técnica:

9ª Rodada: Botafogo 1 x 1 Guarani (18/07/2010)

Botafogo: Jefferson, Fahel (Jobson), Fábio Ferreira e Danny Morais; Alessandro, Leandro Guerreiro, Somália, Lucio Flavio (Edno) e Marcelo Cordeiro; Herrera e Caio (Renato Cajá)

Técnico: Joel Santana

Guarani: Douglas; Rodrigo Heffner (Apodi), Fabão, Ailson e Fabiano; Renan, Paulo Roberto, Preto (Baiano) e Mário Lúcio; Mazola e Ricardo Xavier (Diogo)

Técnico: Vagner Mancini

Gol do Botafogo: Danny Morais, aos 48 minutos iniciais

Gol do Guarani: Ricardo Xavier, aos 41 minutos do primeiro tempo

Local: Engenhão/RJ / Renda: R$ 81.090,00 / Público: 5.522 pagantes

Árbitro: Célio Amorim (SC)

Cartões Amarelos: Herrera, Fahel, Lucio Flavio, Alessandro (BOT); Baiano, Renan, Apodi, Diogo (GUA)

Crédito da foto: Paulo Sérgio do Lancenet

Joel se desespera com os gols perdidos contra o Flamengo!

Ficha Técnica:

8ª Rodada: Flamengo 1 x 0 Botafogo (15/07/2010)

Flamengo: Marcelo Lomba; Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Rômulo, Willians, Kleberson e Petkovic; Diego Maurício (Paulo Sergio) e Vinícius Pacheco (Camacho)

Técnico: Rogério Lourenço

Botafogo: Jefferson; Antônio Carlos, Fahel e Fábio Ferreira; Alessandro, Leandro Guerreiro, Sandro Silva (Edno), Lucio Flavio (Renato Cajá) e Marcelo Cordeiro; Caio (Jobson) e Herrera

Técnico: Joel Santana

Gol do Flamengo: Paulo Sergio, aos 24 minutos do segundo tempo

Local: Maracanã/RJ / Renda: R$ 416.885,00 / Público: 20.076 torcedores

Árbitro: Pericles Bassols (RJ)

Cartões Amarelos: Kleberson e Paulo Sergio (FLA); Fábio Ferreira (BOT)

Crédito da foto: Paulo Sérgio do Lancenet

Copa do Mundo 2014 & Olimpíadas 2016

15/07/2010

Copa do Mundo 2010: Alegria, Vuvuzelas e Jabulani em campo!

A Copa do Mundo disputada na África do Sul foi um sucesso de público e terminou com um balanço positivo da Fifa e das autoridades responsáveis. A desconfiança foi grande quando saiu o anúncio de que um Mundial seria realizado no continente africano, mas apesar dos constantes assaltos aos cofres dos hotéis e de alguns engarrafamentos nas vias de acesso ao Soccer City, o povo sul-africano mostrou que é possível receber bem os turistas e ter o mínimo de organização para um evento desse porte.

O lançamento da logomarca da Copa do Mundo 2014 foi o pontapé inicial para o nosso Mundial e fez com que as atenções da mídia se voltassem para nós. A descrença sobre a capacidade brasileira de organizar o campeonato pode ser até maior do que a que pairava sobre a África do Sul. Com o apito final nos estádios africanos, chegou a hora de estudar, pensar e planejar os passos que irão transformar a desconfiança em realidade. E esses quatro anos vão passar de forma rápida, muito rápida.

Preocupado com a responsabilidade que recairá sobre a Cidade Maravilhosa, o deputado estadual Fernando Gusmão, que preside a Comissão de Esportes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, organizou, entre maio e junho deste ano, uma série de debates sobre o assunto em bairros como Tijuca, Copacabana e Botafogo. O blog O Glorioso participou da reunião realizada em Botafogo, no dia 9 de junho, que contou com a participação de Jandira Feghali, ex-Secretária de Cultura do município do Rio de Janeiro.

Fernando Gusmão está preocupado com os preparativos para 2014

Na abertura da palestra “Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016”, Fernando Gusmão ressaltou que é preciso pensar além da estrutura de estádios e parques esportivos. A melhoria nos transportes públicos, a ampliação da rede hoteleira, a reforma do Porto do Rio e o controle dos níveis da violência urbana devem entrar na pauta das discussões do setor público e privado.

Jandira Feghali elogiou o fim dos desentendimentos políticos e a recente parceria entre as esferas de poder Federal, Estadual e Municipal, o que permitiu um aumento nos investimentos no Estado do Rio e lembrou a maratona de eventos que irão acontecer na cidade até 2016: “No ano que vem, teremos os Jogos Militares com a participação de 160 países; em 2013, será a vez da Copa das Confederações; depois a Copa do Mundo 2014; as Olimpíadas em 2016 e, muito possivelmente, o Encontro Mundial de Jovens da Igreja Católica em 2015. Muito trabalho e com pouco tempo de preparação”.

Jandira conversa com Carlos Arthur Nuzzman, presidente do COB

Segundo Jandira, esses eventos podem ser fundamentais para divulgar uma imagem positiva da nossa cidade no exterior e aumentar ainda mais o fluxo de turistas. Para aproveitar esse momento será preciso investir em educação, como por exemplo, cursos de línguas para voluntários, guardas municipais e policiais.

O Rio sediará também os Jogos Paraolímpicos em 2016 e isso significa adaptar os aparelhos urbanos para receber os atletas com necessidades especiais. Além das óbvias transformações estruturais, que serão melhorias definitivas para o município, o legado das Olimpíadas passa pela mudança de comportamento da população.

Uma imagem comum para os usuários do Metrô no Rio de Janeiro

O transporte público é uma das principais deficiências da cidade, tanto Gusmão quanto Feghali se mostraram apreensivos sobre o assunto. Fernando destacou que é preciso ramificar as linhas do Metrô e não somente acrescer estações no mesmo ramal. Jandira apontou o transporte marítimo como uma possível solução para diminuir os engarrafamentos no trecho entre a Praça XV, no Centro, e Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste da cidade.

Basta cair uma chuvinha para ser instaurado o caos no trânsito carioca

A nova distribuição dos royalties do petróleo não foi esquecida. Fernando Gusmão não acredita que o presidente Lula irá deixar passar a nova proposta e Jandira Feghali afirmou que é preciso lutar pela manutenção dos recursos, mas lembrou que a fiscalização na aplicação das verbas precisa ser mais severa. Os números que envolvem a realização da Copa do Mundo 2014 são astronômicos: estima-se que os investimentos serão da ordem de R$ 116 bilhões gerando 18 milhões de empregos diretos em todo o país.

A Copa da África terminou, o polvo Paul está descansando em seu aquário, a Espanha ainda comemora o merecido título, e nós, brasileiros, temos mais uma batalha pela frente: não podemos nos esquecer que 2010 é também ano de eleição para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual. É hora de esquecer um pouco a seleção brasileira e pensar no futuro do país.

O mapa do Metrô-Rio mostra a pouca ramificação das linhas

Espanha conquista a XIX Copa do Mundo!

11/07/2010

A Copa do Mundo 2010 já seria especial por ser a primeira realizada no continente africano, na África do Sul do lendário Nelson Mandela, mas depois de 64 jogos, e muita emoção, ainda vimos surgir uma nova potência no cenário mundial: a Espanha conquistou com méritos o título de melhor seleção do planeta-bola e afastou de vez a fama de “seleção do quase”!

Vicente Del Bosque conseguiu reunir um grupo talentoso e disciplinado que fez da posse de bola uma virtude. A Espanha joga no campo de ataque, em espaço reduzido, com toques rápidos e objetivos, sem pressa e sufocando a adversário. Um futebol ágil, ofensivo e muito bonito de se ver.

Os espanhóis provaram que é possível jogar de forma atraente e mesmo assim ser campeão do mundo. Engraçado, acho que fomos nós, brasileiros, que fizemos isso em 58, 62, 70 e até mesmo em 2002.

Já estou com saudades do Soccer City! Foram 64 jogos e belas imagens!

O time do arrogante técnico Bert van Marwijk chegou até a grande final agradecendo aos erros de arbitragem, contando com as falhas dos adversários e com uma boa pitada de sorte. O árbitro inglês Howard Webb – que fez diversas lambanças nos jogos que apitou – parecia estar com más intenções e, se disparou cartões amarelos para os dois lados, deixou de expulsar De Jong que deu um chute de Kung-Fu em Xabi Alonso ainda no primeiro tempo.

Isso é futebol? Só Howard Webb não viu o lance como violento!

A sorte da Holanda não apareceu na decisão e quem brilhou foi o goleiro Casillas que operou dois milagres e impediu que Robben abrisse o placar no Soccer City. O goleiro do Real Madrid foi eleito o melhor da Copa do Mundo. Wesley Sneijder e David Villa passaram em branco na final e assim dividiram a artilharia do mundial com Thomas Müller e Diego Forlán, todos com cinco gols.

Milagre! Com o gol aberto, Robben toca e Casillas tira com o pé!

A arrogância holandesa não encontrou espaços em campo e perdeu o título para a elegância espanhola. A Holanda amarga o tri-vice campeonato do mundo, mas dessa vez ninguém irá chorar pelo belo futebol da laranja mecânica. Venceu o melhor, venceu o bom futebol, venceu o jogo ofensivo.

Goooooooooool da Espanha! Iniesta recebe na área e bate cruzado!

Os amantes do futebol-arte podem comemorar a vitória sobre o futebol de resultados, o futebol pragmático. E ainda resta um parágrafo de nostalgia: a Espanha foi campeã mundial jogando com um ponta!

Desde o início do jogo, Pedro atuou aberto pelos dois lados do campo, tentando deixar espaços para as investidas de Iniesta, Xavi e Sérgio Ramos. Jesus Navas entrou aos 15 minutos do segundo tempo e foi um verdadeiro ponta-esquerda que enlouqueceu a marcação holandesa na prorrogação. Viva a Espanha! Olé!

Diego Forlán ainda foi eleito o craque do mundial e ficou com a Bola de Ouro!

Diego Forlán foi eleito o Melhor Jogador da Copa do Mundo 2010!

Ficha técnica:

Holanda 0 X 1 Espanha

Holanda: Stekelenburg, Van der Wiel, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst (Braafheid); Van Bommel, De Jong (Van der Vaart) e Sneijder; Kuyt (Elia), Van Persie e Robben

Técnico: Bert van Marwijk

Espanha: Casillas, Sergio Ramos, Piqué, Puyol e Capdevila; Xabi Alonso (Fabregas), Busquets, Xavi e Iniesta; Villa (Torres) e Pedro (Jesus Navas)

Técnico: Vicente del Bosque

Gol da Espanha: Iniesta, aos dez minutos do segundo tempo da prorrogação

Estádio: Soccer City, em Joanesburgo / Público: 84.490

Data/hora: 11/07/2010 – 15h30m (de Brasília)

Árbitro: Howard Webb (ING)

Auxiliares: Darren Cann (ING) e Michael Mullarkey (ING)

Cartão Amarelo: Van Persie, Van Bommel, De Jong, Van Bronckhorst, Heitinga, Robben, Van der Wiel, Mathijsen (HOL); Puyol, Sergio Ramos, Capdevila, Iniesta, Xavi (ESP)

Cartão Vermelho: Heitinga (HOL)

A Taça do Mundo é deles... até 2014!