Paraguai bate Japão nos pênaltis!

Um jogo com forte marcação no meio de campo, poucos espaços e mínimas chances de gol. A primeira etapa teve um leve domínio paraguaio que buscava o ataque com toque de bola, enquanto os japoneses apostavam apenas nos contra-ataques e na velocidade de Honda. Sem conseguir escapar da retranca nipônica, a equipe de Gerardo Martino rifava a bola com passes longos e lançamentos equivocados.

Perigo para os goleiros somente depois dos vinte minutos de jogo e sempre em lances individuais. Aos 24, Lucas Barrios driblou dois zagueiros, clareou e bateu cruzado para defesa de Kawashima. Aos 28, após confusão na área, Roque Santa Cruz, livre de marcação, pega muito mal na Jabulani e desperdiça a principal chance de gol paraguaia. O Japão respondeu com Matsui que acertou um chutaço no travessão de Villar.

Torcedoras japonesas apostavam na velocidade de Honda contra o Paraguai

No segundo tempo, o Paraguai voltou melhor, acuou a equipe japonesa e poderia ter decidido a classificação nas jogadas de bola aérea, mas com o tempo correndo a pressão virou afobação. Honda, apagado, não conseguiu repetir a boa atuação que teve contra a Dinamarca e pareceu ter sentido a responsabilidade de liderar o ataque japonês.

Os times entraram exaustos na prorrogação e nem mesmo 120 minutos de futebol foram suficientes para fazer a rede balançar no Loftus Versfeld, em Pretória. Paraguaios e japoneses iriam decidir a vaga na loteria dos pênaltis. Sorte ou capacidade de concentração? Quem apostou na famosa calma oriental perdeu o dinheiro!

Villar acerta o canto, salta em direção à Jabulani e...

...para desespero de Komano a bola explode no travessão!

Os goleiros não tiveram espaço para brilhar dessa vez. Barreto, Lucas Barrios, Riveros, Valdez e Cardozo foram decididos para a bola e deram uma aula de como cobrar penalidades em decisão. Os japoneses também foram bem e apenas Komano chutou no travessão. Tristeza para os comedores de sushi e muita alegria para Larissa Riquelme em Assunção!

O Paraguai é o quarto sul-americano classificado para as quartas de final!

Cardozo bate o pênalti com categoria e garante vitória paraguaia!

Ficha técnica:

Paraguai 0 X 0 Japão (5×3)

Paraguai: Villar; Bonet, Da Silva, Alcaraz e Morel Rodriguez; Ortigoza (Barreto), Vera, Riveros e Benitez (Valdez); Lucas Barrios e Santa Cruz (Cardozo)

Técnico: Gerardo Martino

Japão: Kawashima, Komano, Nakazawa, Túlio Tanaka e Nagatomo; Abe (Nakamura), Matsui (Okazaki), Endo, Hasebe; Okubo (Tamada) e Honda

Técnico: Takeshi Okada

Pênaltis do Paraguai: Barreto, Barrios, Riveros, Valdez e Cardozo

Pênaltis do Japão: Endo, Hasebe e Honda

Estádio: Loftus Versfeld, em Pretória

Data/hora: 29/06/2010 – 11h (de Brasília)

Árbitro: Jerome Bleeckere (BEL)

Auxiliares: Peter Hermans (BEL) e Walter Vromans (BEL)

Cartão Amarelo: Mitsui, Nagatomo, Honda, Endo (JAP) e Riveros (PAR)

Larissa, torcedora símbolo do Paraguai, em rara foto bem corportada

Paraguaios em Pretória: A Larissa é nossa! A-ha! U-hu! Ô Larissa eu vou...

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: