Argentina! Argentina! Argentina!

O jogo estava difícil, o México tinha carimbado duas vezes a trave de Romero, dominava o meio de campo e pressionava a saída de bola argentina. Messi, marcado lealmente por Torrado, pouco aparecia e a zaga mexicana, comandada por Rafa Márquez, anulava Tevez e Higuaín. Maradona, elegante como sempre, mandava o time avançar sem ser obedecido. Os hermanos estavam em dificuldades e parecia que o México tinha tudo sob controle. Parecia.

A velha história de que a camisa pesa e que ter tradição em Copa do Mundo pode decidir é batida, mas se mostrou verdadeira. Na primeira jogada bem trabalhada por Messi, Tevez divide com o goleiro Perez, a bola volta para Messi que bate para o gol vazio, antes da zaga cortar, Tevez, completamente impedido, desvia e corre pro abraço!

Eu? Impedido? Que nada! É goooooooooooooool da Argentina!

O árbitro italiano Roberto Rosetti deu uma olhada para o bandeirinha e confirmou o gol. Muita reclamação dos mexicanos, cerco ao bandeira e nada. Camisa pesa, tradição conta, gol anotado para Carlitos Tevez! Depois da confusão os mexicanos perderam a cabeça e Osório perdeu a bola para Higuían na entrada da área, erro fatal e quarto gol do artilheiro do mundial: Argentina 2 x 0 México.

Jogadores mexicanos reclamam do impedimento de Carlitos Tevez

A segunda etapa ainda guardava fortes emoções e dois golaços! Aos sete minutos, Carlitos Tevez fintou dois marcadores e colocou a Jabulani no ângulo de Perez. A torcida do Corinthians deve ter morrido de saudades! Hernández, em jogada individual, reacendeu a esperança mexicana, aos 24 minutos, com uma bomba no canto do goleiro Romero. Golaço que não impediu a eliminação do México.

Argentina 3 x 1 México. Festa de Diego Maradona, de Carlitos Tevez e da apaixonada torcida argentina.

E que confronto nas quartas de final:

Alemanha x Argentina = sábado, 03/07, 11h

A torcida do Corinthians vibrou muito com os golaços de Carlitos Tevez!

Ficha técnica:

Argentina 3 X 1 México

Argentina: Romero, Otamendi, Demichelis, Burdisso e Heinze; Mascherano, Maxi Rodríguez (Pastore) e Di Maria (Jonás Gutiérrez); Messi, Tevez (Verón) e Higuaín

Técnico: Diego Maradona

México: Perez, Juarez, Rodríguez, Osório e Salcido; Rafa Márquez, Torrado, Guardado (Franco) e Giovani dos Santos; Bautista (Barrera) e Hernández

Técnico: Javier Aguirre

Gols da Argentina: Tevez, aos 26, e Higuaín, aos 33 minutos iniciais e Tevez, aos 7 da etapa final

Gol do México: Hernández, aos 24 minutos do segundo tempo

Estádio: Soccer City, em Joanesburgo / Público: 84.337

Data/hora: 27/06/2010 – 15h30m (de Brasília)

Árbitro: Roberto Rosetti (ITA)

Auxiliares: Paolo Calcagno e Stefano Ayroldi (ITA)

Cartão Amarelo: Rafa Márquez (MEX)

Tevez & Messi: Que venha a Alemanha!

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: