Podemos vencer qualquer um!

Alemanha nas alturas! Torcida faz festa em Berlim!

A frase não foi dita por nenhum jogador alemão após o massacre de 4 a 1 sobre a Inglaterra. Não senhor, a frase, incrivelmente arrogante, foi proferida por um inglês logo depois da polêmica e sofrida classificação do English Team para as oitavas de final. Polêmica? Sim, polêmica. Os ingleses precisavam da vitória e venciam a Eslovênia por 1 a 0, quando, aos 43 minutos do segundo tempo, o árbitro alemão Wolfgang Stark ignorou solenemente uma penalidade máxima contra a Inglaterra. Um absurdo! O empate daria a vaga para a Eslovênia e eliminaria os ingleses.

Steven Gerrard, de banho tomado e cabeça fria, sentou-se calmamente na sala de imprensa e, diante de um batalhão de jornalistas que estavam aguardando a entrevista coletiva, disparou a pérola:

Podemos vencer qualquer um!

Será que Steven Gerrard será recebido com sorrisos na Inglaterra?

Como assim? Será que a típica prepotência dos súditos da Rainha Elizabeth nublou os olhos do capitão inglês? O sofrido empate em 1 a 1 diante dos Estados Unidos foi apenas o primeiro indício de que algo estava errado no reino. A limitada Argélia segurou o badalado ataque inglês e o zero a zero não saiu do placar. Na última e decisiva rodada, com a classificação mais do que ameaçada, Rooney & Cia. resolveram correr um pouquinho e até jogaram um bom futebol por 20 minutos, foi o suficiente para fazer 1 a 0 na Eslovênia. A providencial ajuda de Wolfgang Stark evitou o desastre ainda na fase de grupos.

Podemos vencer qualquer um!

A Inglaterra, inventora do futebol, se recusou a participar da Copa do Mundo organizada pela Fifa durante muitos anos. Os ingleses se achavam bons demais para jogar contra o resto do planeta e disputavam uma liga chamada “Home Championship”, com País de Gales, Escócia e Irlanda. Essa era a “Copa do Mundo Inglesa” e, de 1884 até 1984, o time inglês foi campeão cinquenta e quatro vezes.

Quando reparou que a Fifa estava ditando as regras e o ritmo do futebol mundial, a Inglaterra guardou a coroa da rainha no saco e atravessou o Atlântico para tomar uma enfiada dos Estados Unidos, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, na Copa de 50! A partida foi tão significativa que virou até filme: Duelo de Campeões (2005) com Gerard Butler.

Depois de ver a seleção eliminada precocemente em 50, 54, 58 e 62, os ingleses tiveram a genial ideia de sediar a Copa do Mundo de 66 e finalmente dar um jeitinho de mostrar ao mundo que não inventaram o futebol por acaso. E até em casa passaram sufoco! Quem não se lembra do polêmico e discutido gol de Geoff Hurst, aos oito minutos do primeiro tempo da prorrogação, diante da Alemanha?

Depois do controvertido título mundial, a Inglaterra seguiu fazendo figuração na Eurocopa, nunca chegou a disputar uma final em treze edições realizadas, e também na Copa do Mundo – até 1990 quando ficou em quarto lugar. O atual time era a grande esperança dos comentaristas e torcedores, o melhor English Team desde 66!

Jules Rimet em mãos inglesas pela primeira e última vez!

Steven Gerrard, Wayne Rooney, Frank Lampard, Joe Cole, John Terry e Ashley Cole, nossa que timaço! Timaço? Só se for no Playstation! Em campo, na hora da verdade, quando “se separam os homens dos meninos”, ah, aí só deu Alemanha.

Podemos vencer qualquer um!

É verdade que Jorge Larrionda e a dupla de bandeirinhas aprontaram uma das maiores trapalhadas da história da Copa do Mundo! Essa vai pro DVD da Fifa! O jogo estava com placar em branco quando Rooney recebeu um presentão da zaga alemã e partiu em direção ao gol de Neuer, o bandeirinha parou a jogada alegando impedimento do camisa 10 inglês. O pior erro ainda estava por vir e revive a situação de 66!

Rooney e Lampard desesperados: a Jabulani passou 33 cm da linha do gol!

A Inglaterra pressiona após diminuir a vantagem alemã e Lampard toca de fora da área, com categoria, encobrindo o guarda-metas Neuer, golaço! Não? Não. O bandeira fica imóvel, o uruguaio Larrionda não tinha como ver se a bola entrou ou não e deixa a bagaça seguir, o resultado? 33 centímetros de erro e o empate da Inglaterra ficou apenas no replay da televisão.

Nada disso apaga a excelente atuação da Alemanha que controlou o meio de campo, alugou a intermediária inglesa e deu aula de como armar um contra-ataque. Uma partida perfeita da equipe de Joachim Löw que jogou como candidata ao título. A defesa formada por Mertesacker, Friedrich, Lahm e Boateng sofreu apenas dois gols em quatro jogos e o ataque comandado por Klose, Podolski, Müller, Schweinsteiger e Özil é o mais efetivo do mundial tendo balançado as redes adversárias nove vezes.

Os alemães comemoram muito e esperam o vencedor de Argentina e México! Poderemos ter Alemanha x Argentina nas quartas de final! Jogão! Jogão! Jogão!

Thomas Müller faz dois gols no segundo tempo e acaba com a reação inglesa!

Ficha técnica:

Alemanha 4 X 1 Inglaterra

Alemanha: Neuer, Lahm, Friedrich, Mertesacker e Boateng; Schweinsteiger, Khedira, Müller (Trochowski), Özil e Podolski (Gomez); Klose (Kiessling)

Técnico: Joachim Löw

Inglaterra: James, Johnson (Wright-Phillips), Upson, Terry e Ashley Cole; Lampard, Barry, Milner (Joe Cole) e Gerrard; Defoe (Heskey) e Rooney

Técnico: Fabio Capello

Gols da Alemanha: Klose, aos 20, e Podolski, aos 32 minutos iniciais, e Müller, aos 22 e 25 minutos da etapa final

Gol da Inglaterra: Upson, aos 37 minutos do primeiro tempo

Estádio: Free State, em Bloemfontein

Data/hora: 27/06/2010 – 11h (de Brasília)

Árbitro: Jorge Larrionda (URU)

Auxiliares: Pablo Fandino (URU) e Mauricio Espinosa (URU)

Cartão Amarelo: Friedrich (ALE) e Johnson (ING)

Torcida alemã vibra com a goleada e espera pela Argentina!

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Podemos vencer qualquer um!”

  1. Marcos Vinicius Mesquita Says:

    Gerard Epic Fail!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: