Diego Forlán faz calar as vuvuzelas

Antes da Jabulani rolar em Pretória o clima era de festa na África do Sul. Estádio cheio, vuvuzelas a todo vapor e um sentimento nacionalista comparável ao 4 de julho norte-americano. No auge do regime do Apartheid, no dia 16 de junho de 1976, uma pacífica manifestação estudantil foi reprimida com violência pela polícia sul-africana e o saldo foram dezenas de jovens mortos.

Uma das vítimas do episódio, Hector Peterson, de apenas 13 anos, virou mártir na luta contra o regime de segregação racial após uma fotografia onde aparece morto ser veiculada pela imprensa e causar indignação em todo o mundo.

Memorial de Hector Peterson em Soweto

A derrota da seleção sul-africana nesta data considerada um marco na luta contra o Apartheid foi um duro golpe para os Bafana Bafana. Carlos Alberto Parreira preferiu colocar a culpa do infortúnio no árbitro suíço Massimo Busacca – que anotou um pênalti, aos 30 minutos do segundo tempo, contra os donos da casa e ainda expulsou Khune, o goleiro sul-africano.

Mas a verdade é que a seleção sul-africana sentiu a pressão de jogar com o estádio lotado e ainda precisar lutar pela classificação num dia tão especial para o país. Os comandados de Parreira foram envolvidos desde o início da partida pelo esquema com três atacantes uruguaios e não conseguiram mostrar um bom futebol. Pela primeira vez na história da Copa do Mundo uma seleção anfitriã pode ser eliminada ainda na fase inicial.

Carlos Alberto Parreira decepcionado com a derrota da África do Sul

O Uruguai começou o jogo buscando o gol a todo custo e a escalação ofensiva já mostrava que a equipe teria um padrão tático diferente do mostrado no empate sem gols com a França. Forlán, Cavani e Suarez se movimentavam abrindo espaços na defesa sul-africana, mas erravam na hora da finalização.

De tanto insistir, Diego Forlán tirou o zero do placar aos 24 minutos do primeiro tempo para desespero do goleiro Khune que falhou no lance. O camisa 10 uruguaio arriscou o chute de fora da área, a bola bateu nas costas de um defensor sul-africano e encobriu Khune que jogava adiantado e ainda fez o famoso golpe de vista.

Momento decisivo: Khune sem entender nada e o vermelho na mão do juiz

Parreira pode até reclamar da arbitragem, já que Suarez estava impedido antes de sofrer o pênalti que definiu o jogo, mas ter essa percepção dentro do campo seria muito difícil. Somente com os recursos tecnológicos foi possível analisar o lance e reparar que a bola desvia em um uruguaio depois do primeiro momento – quando Suarez não estava impedido.

O técnico tetra-campeão do mundo deveria ter ficado irritado com o empate na primeira rodada diante dos mexicanos, após estar vencendo, e com as várias chances de gols desperdiçadas pelos seus atacantes nas duas partidas.

Diego Forlán: os sul-africanos querem esquecer esse nome!

Não foi um Maracanazo, mas o Uruguai novamente é protagonista de um triste silêncio num estádio de futebol. O dia 16 de junho de 2010 e os gols de Diego Forlán certamente estarão nos futuros DVDs da Fifa.

Ficha técnica:

África do Sul 0 X 3 Uruguai

África do Sul: Khune; Gaxa, Mokoena, Khumalo e Masilela; Dikgacoi, Letsholonyane (Moriri), Tshabalala e Modise; Pienaar (Josephs) e Mphela

Técnico: Carlos Alberto Parreira

Uruguai: Muslera; Victorino, Lugano e Fucile (A. Fernandez); Maxi Pereira, Diego Pérez (Gargano), Arévalo e Álvaro Pereira; Luis Suarez, Cavani (S. Fernandez) e Diego Forlán

Técnico: Oscar Tabárez

Gols do Uruguai: Forlán, aos 24 minutos da etapa inicial, aos 35 do segundo e Pereira, aos 50 do segundo tempo

Estádio: Loftus Versfeld, em Pretória

Data/hora: 16/06/2010 – 15h30m (de Brasília)

Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)

Auxiliares: Matthias Arnet (Suíça) e Francesco Buragina (Suíça)

Cartão Amarelo: Pienaar e Dikgacoi (AFS)

Cartão Vermelho: Khune (AFS)

Os jogadores da África do Sul não acreditam no resultado do jogo

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: