Archive for abril \28\UTC 2010

A possível volta do Mago para General Severiano

28/04/2010

Maicosuel começou a meteórica carreira no Atlético de Sorocaba e logo se transferiu para o Paraná Clube onde conquistou o Campeonato Paranaense de 2006. Aos 19 anos, Maicoshow, como foi apelidado pela torcida tricolor, foi o grande destaque da equipe no Campeonato Brasileiro levando o limitado Paraná ao quinto lugar e a uma inédita classificação para a Copa Libertadores da América de 2007.

No ano seguinte, Cruzeiro e Flamengo firmaram uma parceria para comprar os direitos econômicos do jogador. Com o acordo ficou acertado que Maicosuel jogaria em 2007 pela Raposa e iria para a Gávea em 2008, mas a diretoria rubro-negra entrou no negócio só com palavra e não depositou nenhum centavo da transação. Resultado: ficou a ver navios.

Apontado como a grande revelação do futebol brasileiro na temporada, Maicosuel não conseguiu repetir no time mineiro as boas atuações que tivera com a camisa do Paraná Clube e mesmo conquistando o Campeonato Mineiro de 2008 foi vendido para a Traffic Sports. O grupo de investidores emprestou o meia-atacante ao Palmeiras para a disputa do Campeonato Brasileiro, mas na equipe alviverde foi pouco aproveitado e continuou sentado no banco de reservas.

Em 2009, a Traffic Sports, com a intenção de recuperar o investimento realizado na compra do jogador, resolve tirá-lo do Palmeiras e levá-lo para um clube onde pudesse jogar regularmente e ganhar projeção nacional. Assim, começou a história de amor de Maicosuel com a camisa alvinegra.

Carente de ídolos, após a saída de Dodô para o Fluminense, e magoada, pelas duas derrotas no Campeonato Estadual para o arquirival, a torcida botafoguense via com decepção as sucessivas contratações da nova diretoria, mas logo no jogo de estreia a desconfiança acabou com os dois golaços que garantiram a vitória de 2×1 sobre o Boavista. Nascia o Magosuel, ou simplesmente Mago para os apaixonados alvinegros. Na sequência, mais golaços, boas atuações e o título de Campeão da Taça Guanabara.

O Campeonato Carioca de 2009 terminou da mesma forma que os dois últimos, mas a história poderia ter sido diferente se Reinaldo e Maicosuel não se machucassem, no mesmo lance, ainda no primeiro tempo do primeiro jogo da decisão. O Mago estava invocado e já tinha levado o limitadíssimo lateral-esquerdo Juan ao desespero logo no início da partida. Cadê o cartão vermelho, Sr. Juiz?

Maicosuel foi eleito o Craque do Campeonato Carioca, Melhor Meia-esquerda e ainda foi o artilheiro máximo da competição com 12 gols. E toda essa badalação era justamente o que a Traffic Sports queria e lá se foi “o futuro-ex-ídolo” para o futebol alemão, vendido ao mediano TSG 1889 Hoffenheim.

A transação milionária com o Hoffenheim não foi boa para o Botafogo que perdeu seu principal jogador no início do Campeonato Brasileiro e quase terminou o ano rebaixado para Série B. Da Alemanha, e novamente no banco de reservas, Maicosuel acompanhou a queda vertiginosa de rendimento do clube que aprendera a amar e prometeu um dia regressar ao alvinegro.

– Não sei se jogarei aqui de novo daqui a três ou dez anos. Mas pretendo atuar no clube novamente antes de encerrar a minha carreira. Se retornar ao Brasil, quero que seja para o Botafogo.

O ano de 2010 parecia seguir no mesmo caminho dos anteriores, com Maicosuel no gelado banco de reservas do time alemão e sofrendo com a impiedosa goleada infligida pelo Vasco de Dodô. Como o mundo dá voltas! O título de Campeão Carioca 2010 veio acompanhado da Taça Guanabara, da Taça Rio e com a possibilidade do retorno do Mago a General Severiano.

A notícia é impactante! O treinador Ralf Rangnick era contra a saída do meia, mas atendendo a pedidos do próprio jogador, a diretoria do Hoffenheim resolveu negociar Maicosuel em definitivo com o Botafogo. Resta saber se o clube e os parceiros terão os milhões necessários para repatriar o craque de volta ao Brasil, para General Severiano e aos braços da torcida.

O Hoffenheim deu vinte dias, a contar a partir de hoje, para que a diretoria alvinegra avalie a proposta e deposite o valor para concretizar a transação. A nós, torcedores, resta a contagem regressiva. Vamos Fogo!

Botafogo Campeão Carioca de 2010

21/04/2010

O capitão Leandro Guerreiro levanta a Taça Rio

Depois de três anos amargando o vice-campeonato estadual para a equipe a Gávea, finalmente e merecidamente, time e torcida puderam gritar pelas ruas do Rio de Janeiro: “É Campeão!”. A vitória sobre o arquirival foi incontestável!

A Estrela Solitária brilhou com as defesas milagrosas de Jéfferson – que pegou até pênalti de um ex-imperador – e com a categoria de Sebástian ‘El Loco’ Abreu na hora da decisão. Frente a frente com o dito ‘grande pegador de penalidades’, Abreu bateu com frieza, no meio do gol, um toque sutil e o guarda-metas adversário não saiu nem nas fotos dos jornais.

Abreu comemora um dos seus três gols contra o Resende

Nos últimos quatro estaduais conseguimos o goleador máximo da competição, mas neste ano esse objetivo não foi alcançado. Menos mal que nossos artilheiros foram solidários e repartiram os gols sem egoísmo. O lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro anotou cinco tentos, sendo um deles decisivo: o gol de empate na semi-final da Taça Guanabara contra o Flamengo. Na mesma partida, o jovem Caio fez o gol da virada e terminou o estadual com sete, mesmo entrando sempre no segundo tempo dos jogos.

Herrera, que já foi chamado de Sr. Quase-Gol por alguns críticos, fez gols em momentos importantes e chegou aos nove com o pênalti convertido na primeira etapa da final da Taça Rio. Quem poderia roubar a cena rubro-negra e levar a artilharia seria Loco Abreu. O irreverente atacante uruguaio fez onze gols no Estadual e foi o vice-artilheiro. Nada que atrapalhe a festa.

Herrera caiu nas graças da torcida: técnica e raça para ser campeão!

Nos últimos anos conseguimos a artilharia, mas ficamos com o título apenas em 2006. Dodô foi o artilheiro daquele ano com nove gols e repetiu o feito em 2007 com 13. Wellington Paulista chegou cercado de desconfiança e se sagrou artilheiro do Carioca 2008 com 14 gols.

No ano passado, o Botafogo deu um show com o trio ofensivo formado por Reinaldo, oito gols, Victor Simões, onze gols, e Maicosuel que com doze gols foi o quarto goleador alvinegro consecutivo do Estadual. Neste ano perdemos a artilharia, mas levamos todos os títulos: Campeão da Taça Guanabara, Campeão da Taça Rio e Campeão Carioca!

Joel conquista o segundo Carioca no comando do Fogão!

Joel Santana conquista seu sétimo campeonato carioca e o segundo pelo Botafogo. A campanha vitoriosa de 2010 lembra aquela de 1997, quando o vascaíno Edmundo rebolou na frente do zagueiro Gonçalves e levou o troco com a perda do título. Os 6×0 do primeiro turno serviram como combustível para a reação e para a contração de Joel Santana, o Rei do Rio.

O Botafogo pode e deve comemorar os merecidos três títulos, mas não podemos nos esquecer do Campeonato Brasileiro que começa no próximo dia 8 de maio. O Fogão vai receber no Engenhão a sensação da atual temporada e o virtual campeão paulista: o Santos de Neymar, Robinho e Paulo Henrique Ganso. E nada de jogo festivo! Entrega de faixas é bom, mas garantir uma estréia com vitória é melhor ainda!

Programa Sou Botafogo

01/04/2010

A atual diretoria do Botafogo de Futebol e Regatas se esforça para reerguer o projeto de sócio-torcedor. Na gestão do presidente Bebeto de Freitas a iniciativa conseguiu atrair um bom público para o Engenhão, mas a declinante campanha da equipe no Campeonato Brasileiro afastou o torcedor médio do estádio.

O Programa Sou Botafogo possui três planos para atingir a paixão e o bolso de todos os torcedores alvinegros. O Plano Sou Botafogo Vip custa R$ 120,00 mensais e permite ao torcedor ter uma cadeira personalizada no setor Oeste inferior do Engenhão em jogos com o mando de campo do Botafogo. Com uma contribuição de R$ 50,00 por mês o torcedor adquiri o Plano Sou Botafogo Acima de Tudo e pode assistir aos jogos no Engenhão no setor Oeste superior.

O departamento de marketing alvinegro não se esqueceu dos milhões de torcedores espalhados pelo Brasil e lançou o Plano Sou Botafogo Sem Fronteiras. Pagando R$ 25,00 mensais o torcedor tem desconto de 50% na compra de qualquer ingresso no Engenhão para jogos com mando de campo do Botafogo. Todos os planos possuem atrativos como sorteios, brindes e descontos em estabelecimentos conveniados.

Os projetos de sócio-torcedor aparecem a cada início de ano em diversos pontos do país. Algumas iniciativas dão certo e outras simplesmente caem no ostracismo. Clubes como Grêmio e Internacional conseguem uma receita anual de 24 milhões de reais só com a venda dos carnês de sócio-torcedor. O colorado gaúcho inclusive lidera o ranking nacional com 100 mil associados.  O Cruzeiro lançou seu pacote em 2009 com a ideia de igualar a arrecadação dos gaúchos e o Palmeiras sonha mais alto: quer ser o maior time do mundo!

Os paulistas planejam atingir a marca de 200 mil sócios no fim de 2011 e desbancar o Benfica que possui 170 mil sócios de carteirinha. Para atingir esse objetivo, a diretoria do Palmeiras promete o pacote mais completo do Brasil. O torcedor teria direito a prêmios, descontos em ingressos e pacotes de viagens. O marketing alviverde calcula que os 200 mil carnês renderiam 80 milhões de reais por ano ao clube!

Um sonho no mínimo ambicioso para uma equipe que viu escorregar entre os dedos o título do Brasileirão-2009, perdeu a ‘quase certa’ vaga para a Libertadores-2010 e atualmente faz figuração no Campeonato Paulista: é o décimo colocado e já está fora das semi-finais.

O Programa Sou Botafogo pega carona no carisma de Joel Santana, aposta em ídolos como o goleiro Jefferson e os atacantes Caio e Sebastian “El Loco” Abreu, mas definitivamente encontrou respaldo no título de campeão da Taça Guanabara. O que tira o torcedor do sofá, do conforto de casa e da tela de LCD, são dois fatores que estão escassos no alvinegro: ídolos e títulos.

A conquista do Campeonato Carioca e a permanência do talismã Caio para a sequência do Campeonato Brasileiro podem garantir o sucesso do projeto Sou Botafogo, lotar o Engenhão, oferecer apoio constante ao time e suporte financeiro para contratações. A diretoria está se movimentando e fazendo um bom trabalho. Veja o vídeo de apoio da campanha ‘estrelado’ por Joel Santana, Jefferson, Caio e Abreu.